Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

sindivarejista-df.png
 
fale-com-o-presidente-do-sindivarejista

Notícias e eventos

22
Dezembro 2017

Empresários se mostram reticentes para contratar crédito

Mesmo com a retomada gradual da confiança e a pequena melhora no consumo das famílias, os micro e pequenos empresários (MPEs) seguem reticentes para contratar crédito e, consequentemente, investir em seus negócios. 

Dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostram que apenas 7% desses empresários têm a intenção de contratar crédito pelos próximos três meses. 

Os que não pretendem tomar recursos emprestados somam 85% da amostra, ao passo que 5% estão indecisos. No último mês de novembro, o Indicador de Demanda por Crédito registrou apenas 12,9 pontos e ficou praticamente estável na comparação com outubro, quando registrara 13,0 pontos. 

Na comparação anual houve uma ligeira queda, uma vez que o índice se encontrava em 13,5 pontos em novembro de 2015 e em 13,6 pontos em novembro de 2016.

O resultado alcançado em novembro deste ano é considerado baixo, visto que a escala do indicador varia de zero a 100. 

Quanto mais próximo de 100, maior é a probabilidade de os empresários procurarem crédito e, quanto mais próximo de zero, menos propensos eles estão para tomar recursos emprestados para os seus negócios.
 
 
Conjuntura econômica
 
Na avaliação da economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti o baixo apetite ao crédito é justificado pela conjuntura econômica e pela falta de conhecimento das possibilidades que o crédito oferece. 

“Mesmo com a queda da taxa Selic, os juros para as empresas e consumidores ainda se mantêm elevados. Além disso, com a falta de conhecimento das modalidades disponíveis e com um cenário econômico que ainda não inspira muito otimismo, os pequenos e micro empresários acabam limitando-se a utilizar os próprios recursos em vez de buscar financiamentos em instituições bancárias. Conforme a economia apresente mais sinais de melhora, como mais geração de empregos e reaquecimento das vendas, a procura por crédito deve aumentar acompanhando a evolução das perspectivas do empresariado”, analisa a economista.
 
 

Mais notícias e eventos

 

NOSSA LOCALIZAÇÃO

 

SINDIVAREJISTA DF

Setor Comercial Sul (SCS) Quadra 06
Bloco "A" Lote n° 206
Edifício Newton Rossi - 4° Andar

LINK'S RÁPIDOS

NEWSLETTER

RECEBA NOSSOS BOLETINS POR E-MAIL
SINDICATO FILIADO À FERCOMÉRCIO