Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

sindivarejista-df.png
 
fale-com-o-presidente-do-sindivarejista

Clipping

07
Novembro 2017

Quadrilha de fraude na compra de equipamentos de saúde é alvo da PF



Vários empresários estão na mira da Polícia Federal (PF), que faz uma operação, na manhã desta terça-feira (7/11), contra um esquema de fraude em licitações para a compra de equipamentos de alto valor e grande custo para o sistema de sau%u0301de em Tocantins, os chamados OPMEs (o%u0301rteses, pro%u0301teses e materiais especiais). Cerca de 330 policiais federais foram às ruas para cumprir 137 mandados judiciais expedidos pela 4ª Vara Criminal Federal de Palmas (TRF1) na Operação Marcapasso. Do total de ordens a serem cumpridas, 12 são de prisa%u0303o tempora%u0301ria, 41 de conduc%u0327a%u0303o coercitiva contra empresa%u0301rios e 84 de busca e apreensa%u0303o.

Além de Tocantins, as buscas ocorrem em Sa%u0303o Paulo, Goia%u0301s, Parana%u0301, Bahia, Ceara%u0301, Para%u0301, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal. Fraude e produtos fora de validade De acordo com a PF, a investigação foi iniciada após a prisão em flagrante de sócios da empresa Cardiomed Comércio e Representação de Produtos Médicos e Hospitalares LTDA-EPP, por fornecerem a%u0300 Secretaria de Sau%u0301de do Estado do Tocantins produtos destinados a fins terape%u0302uticos ou medicinais que tinham prazo de validade de esterilizac%u0327a%u0303o vencidos. No decorrer das investigac%u0327o%u0303es, veio a%u0300 tona um vasto esquema de corrupc%u0327a%u0303o destinado a fraudar licitac%u0327o%u0303es no Estado do Tocantins mediante o direcionamento de processos licitato%u0301rios , afirmou a PF em nota.

Um dos itens que integravam alguns dos editais fraudados na a%u0301rea de cardiologia na rede pu%u0301blica de sau%u0301de do Estado do Tocantins é inclusive o que dá nome à operação, o marca-passo. O esquema criminoso possibilitava o fornecimento de vantagens ili%u0301citas a empresas, me%u0301dicos e empresa%u0301rios do ramo, bem como a funciona%u0301rios pu%u0301blicos da a%u0301rea de sau%u0301de. Os investigados responderão à Justiça, na medida de suas participac%u0327o%u0303es, pelos crimes de corrupc%u0327a%u0303o passiva e ativa, fraude a%u0300 licitac%u0327a%u0303o, associac%u0327a%u0303o criminosa, dentre outros.




.

Veja mais

 

 

NOSSA LOCALIZAÇÃO

 

SINDIVAREJISTA DF

Setor Comercial Sul (SCS) Quadra 06
Bloco "A" Lote n° 206
Edifício Newton Rossi - 4° Andar

LINK'S RÁPIDOS

NEWSLETTER

RECEBA NOSSOS BOLETINS POR E-MAIL
SINDICATO FILIADO À FERCOMÉRCIO