Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

sindivarejista-df.png
 
fale-com-o-presidente-do-sindivarejista

Clipping

11
Agosto 2017

Comerciantes do DF estão otimistas para as vendas de Dia dos Pais (Jornal de Brasília)



O comércio do Distrito Federal para o Dia dos Pais, neste domingo, promete ser mais lucrativo do que o ano passado. Uma pesquisa do Instituto Fecomércio aponta que 43,1% dos empresários se mostram otimistas para o crescimento das vendas durante o período. Ao todo, a expectativa é movimentar R$ 10,7 bilhões em todo o Brasil. Os segmentos mais otimistas quanto ao crescimento das vendas são os de calçados e acessórios, relógios e óculos, materiais esportivos e perfumes. O presidente do Sindicato do Comércio Varejista do Distrito Federal (Sindvarejista), Edson de Castro, acredita que as vendas desses segmentos crescerão 3% durante o período.

"Por ser uma data de família, que envolve o afeto, a expectativa de vendas é segura", explica. Castro também diz que os empresários estão agindo para atrair mais consumidores. Promoções especiais, liquidações, aumento dos prazos de pagamento. tudo para atrair os clientes. Além disso, para ele, a atual situação do País está mais favorável para o comércio em relação ao ano passado. "A inflação está mais baixa e os servidores públicos do DF estão com salários em dia. O saque das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) também contribuiu bastante", completa. Castro também avalia que os próprios empresários estão mais tranquilos em fazer investimentos.

O presidente da Fecomércio, Adelmir Santana, também aposta no otimismo por parte dos empresários e espera que as vendas sejam melhores do que o ano passado. "A expectativa é que as vendas cresçam em até 5% em relação a 2016", declara. Santana concorda ainda que o momento econômico está mais propício do que os dois anos anteriores. A professora Ana Rodrigues foi ao Conjunto Nacional, na Asa Norte, comprar presentes para o marido, para o pai e para o filho, que será pai pela primeira vez. Ela gastou em média R$ 160 por presente e privilegiou o gosto em vez do preço. "Vale mais levar algo que a pessoa goste do que pensar na promoção", defende.

A professora sempre se programa e compra os presentes com antecedência. Dalila Selmi, fisioterapeuta, também foi ao shopping com antecedência para escolher um presente para o marido. "Prefiro comprar antes por causa do tumulto da véspera", comenta. A fisioterapeuta pretendia gastar em média R$ 220 em uma camisa ou calçado e levou o filho para ajudar a escolher o presente do pai. Na opinião dela, o valor, a qualidade e o atendimento são os principais fatores analisados durante uma compra. Supervisor de uma loja de artigos esportivos do Conjunto Nacional, Wagner Xavier afirma que sua empresa espera um crescimento de 12% nas vendas até o feriado.

O estabelecimento não fez nenhuma promoção especial, mas os calçados são a principal aposta. Wagner espera que o movimento aumente até o fim da semana. "É uma questão cultural, as pessoas deixam para comprar em cima da hora", explica. Já outras lojas apostam em ações direcionadas. Subgerente de uma loja de moda masculina, Cleverson Radaskievicz se mostra otimista quanto às vendas. Ali, o cliente pode ganhar um kit próprio para os pais, que tem até loção de barba. "Já distribuímos muitos brindes", completa. Os comércios já estão começando a criar campanhas em conjunto com os consumidores. A gerente de marketing do Conjunto Nacional, Cláudia Burães, aponta que essas empresas têm que começar a dialogar com os clientes por meio da Internet.

O shopping criou uma campanha própria para o Dia dos Pais com ajuda dos próprios consumidores, com o uso das redes sociais. "Os clientes que fizeram compras acima de R$ 400 ganharão um kit com cervejas artesanais, além de concorrer a um sorteio de R$ 50 mil em barras de ouro", expõe Cláudia. A profissional acredita que esse diálogo é essencial para identificar o que os clientes realmente esperam da empresa e, consequentemente, atender às suas expectativas


.

Veja mais

 

 

NOSSA LOCALIZAÇÃO

 

SINDIVAREJISTA DF

Setor Comercial Sul (SCS) Quadra 06
Bloco "A" Lote n° 206
Edifício Newton Rossi - 4° Andar

LINK'S RÁPIDOS

NEWSLETTER

RECEBA NOSSOS BOLETINS POR E-MAIL
SINDICATO FILIADO À FERCOMÉRCIO